Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 29/03/2021

Sexta: O mercado não digeriu bem a aprovação do Orçamento com aumento de emendas parlamentares, o que trouxe mais preocupações sobre o quadro fiscal do país e forneceu impulso extra ao dólar e aos juros futuros. Parte dos traders acreditava que o BC pudesse voltar a atuar para frear a escalada que levou o dólar a bater máxima acima de R$ 5,75, mas isso não aconteceu e intrigou analistas. Na bolsa, o receio fiscal também esteve presente, mas foi suplantado pela valorização das commodities, que ajudaram o Ibovespa a fechar em alta de quase 1%. A semana terminou com um avanço em torno de 4,7% para o dólar, que subiu todos os dias. A bolsa conseguiu reduzir a perda semanal para 1,2%. Lá fora, as bolsas americanas subiram com otimismo com vacinação e após o Fed liberar bancos das restrições impostas na pandemia sobre os dividendos.


Hoje: S&P futuro recua com revelações sobre operações associadas à Archegos gerando receio de contágio, embora as bolsas europeias mostrem resiliência, sugerindo que o impacto pode ser limitado. Moedas pares do real recuam contra o dólar e petróleo cai após navio no canal de Suez voltar a flutuar. No Brasil, noticiário do fim de semana continuou pesado. Críticas ao Orçamento aumentaram e TCU disse que Bolsonaro corre risco de crime fiscal, segundo o Globo. Pressão por saída de Ernesto Araújo também cresce e ministro convoca reunião com assessores após nova polêmica com senadora Kátia Abreu, que tem apoio do presidente do Senado. Com Covid sustentando números elevados, jornais relatam desrespeito às restrições no 1º fim de semana dos megaferiados. Semana encurtada pela Páscoa começa com agenda fraca, que traz pesquisa Focus e dados de crédito.


Bom dia e boa semana a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt