Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 28/11/2018

O Ibovespa teve a maior alta em 10 dias ontem (+2,74% aos 87.891 pontos), com a recuperação das principais ações que caíram na véspera, notadamente bancos e Petrobras, e com forte expectativa dos investidores para votação sobre cessão onerosa. Enquanto o presidente do Senado, Eunício Oliveira, afirmou que o acordo estaria próximo, Paulo Guedes se reuniu com o presidente do TCU durante a tarde. Jornais relataram que a equipe do novo governo pode tentar viabilizar acordo com o tribunal, sem o Congresso. O real também teve um dia positivo, com o dólar em queda (R$ 3,8772) após o BC acalmar o mercado com a oferta de liquidez por meio de leilão de linha de USD 2 bilhões. Já as taxas de juros deram continuidade à alta, de forma menos intensa do que na segunda-feira, refletindo ajustes técnicos num mercado que tem mostrado descolamento em relação ao câmbio.

Lá fora, as bolsas americanas subiram marginalmente, depois de o vice-presidente do Fed, Richard Clarida, apoiar a abordagem gradual do Fed na alta de juros. O mercado espera agora pela fala do chairman Jerome Powell hoje, que será analisado para quaisquer dicas sobre as perspectivas de uma pausa nos aumentos das taxas de juros no ano que vem, depois que operadores reduziram as expectativas para o ritmo de aperto da política monetária. O petróleo subiu e investidores avaliam se a Opep e seus parceiros vão reduzir a oferta o suficiente para restringir um excedente iminente.

Hoje o BC oferta mais USD 1 bi de linha. Novo ministro da infraestrutura promete acelerar concessões. Contraponto negativo vem de comentário de filho do presidente eleito, reconhecendo risco de reforma da Previdência não sair. No exterior, moedas pares do real recuam levemente, mas mercados em geral se mostram calmos antes de fala de Powell, do Fed, e divulgação do PIB dos EUA. Agenda ainda traz dados de crédito e fluxo no Brasil.



Posts recentes

Ver tudo

Ontem: A fala de Bruno Serra vista como dovish (flexível) pelo mercado derrubou os juros futuros e ajudou a reduzir a precificação de alta da Selic para as próximas reuniões. O diretor de Política Mon

Sexta: Jerome Powell deu alívio aos mercados ao final de uma semana marcada por forte volatilidade. O presidente do Fed afastou um aperto de juros mais agressivo nas próximas reuniões, apesar de númer

Ontem: A volatilidade dominou a sessão desta quinta-feira. O dólar chega ao final da tarde com leves oscilações enquanto o índice da moeda no exterior subiu com a busca por ativos seguros. Os juros fu