Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 28/06/2021

Sexta: A reforma tributária enviada pelo governo ao Congresso fez estrago na Bolsa. O índice cedeu abaixo de 128.000, em queda de quase 2%, com a tributação de lucros e dividendos e extinção dos juros sobre capital próprio. A medida pesou nas ações num momento de ciclo de alta da Selic, o que afeta ainda mais a concorrência com a renda fixa. No câmbio, o vai e vem do índice dólar e a alta dos yields, em meio à expectativa de reflação nos EUA, foi bússola importante. Mas analistas também atribuíram parte da alta do dólar, que chegou a R$ 4,97 na máxima, à pesquisa eleitoral com Lula à frente em 2022, à cautela antes do fim de semana e ao desenrolar da CPI da pandemia com supostas irregularidades na compra da Covaxin. Juros futuros longos subiram, enquanto o IPCA-15 levemente abaixo das projeções motivou queda nos trechos curtos. S&P 500 fechou em novo recorde em NY com diminuição da ansiedade sobre remoção de estímulos nos EUA.


Hoje: O cenário político voltou a preocupar investidores na sexta-feira e devem seguir no radar, com impacto da reforma tributária sobre operações de mercado e a citação ao líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, na CPI da pandemia. O deputado negou qualquer irregularidade e Bolsonaro disse que só Deus o tira de Brasília, enquanto as supostas irregularidades na compra da Covaxin e de outras vacinas devem se tornar o foco das investigações. Ibovespa pode mostrar recuperação com sessão de alta para o minério de ferro, após queda de quase 2% em reação à taxação de dividendos. Investidores observam ainda projeções para inflação e Selic na Focus e fala de Campos Neto, em meio a apostas de elevação dos juros pelo Copom nas próximas reuniões e bandeira nível 2 na energia. Mercado externo mostra preocupações com avanço da variante Delta, que provoca queda de ações na Europa. Futuros das bolsas americanas oscilam em dia fraco de indicadores e falas de membros do Fed.


Bom dia e boa semana

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 30/07/2021

Ontem: A sinalização de Jerome Powell na quarta-feira de que o Fed não teria pressa em reduzir os estímulos e em elevar os juros nos EUA continuou ecoando nos mercados e foi reforçada por dados piores

Morning Call - 29/07/2021

Ontem: A fala do presidente do Fed, Jerome Powell, considerada pelos mercados como dovish, deu rumo firme de queda ao dólar e de ampliação do avanço do Ibovespa, após decisão de manutenção dos juros.

Morning Call - 28/07/2021

Ontem: Investidores cravaram mais fichas nas apostas de alta de 1 pp na Selic na semana que vem pelo Copom e os juros futuros protagonizaram mais uma rodada de avanço, enquanto instituições financeira