Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 28/04/2021

Ontem: Ativos brasileiros ficaram mais pressionados à tarde pelo avanço dos yields dos Treasuries aos níveis mais altos em uma semana, na véspera de decisão do Fed, e por preocupações políticas internas, relacionadas à CPI da Covid e a possíveis mudanças na equipe do ministro Paulo Guedes. Nos EUA, os yields subiram mesmo após um bem-sucedido leilão de títulos de 7 anos. Aqui, o fato de Renan Calheiros ter sido conduzido à relatoria da CPI, a despeito de liminar que tentou barrá-lo, e ainda com voto de Ciro Nogueira, um aliado de Bolsonaro, gerou prudência nos negócios, principalmente na bolsa, que caiu 1%. Juros futuros e dólar subiram. Notícia de que Waldery Rodrigues, secretário especial da Fazenda, deveria ser substituído por Bruno Funchal, atual secretário do Tesouro, também deixou mercado mais cauteloso, ao lado de pressões por fatiamento da Economia. Lá fora, índice Nasdaq encerrou sessão em queda, com S&P 500 perto da estabilidade, antes da divulgação de balanços.


Hoje: Taxas dos títulos soberanos e índice dólar sustentam alta antes da decisão do Fomc, às 15:00, seguida por fala de Powell. O mercado não espera qualquer mudança na política branda do Fed, mas ao mesmo tempo duvida de uma surpresa dovish que possa realimentar bolsas já em nível recorde. Assim como ontem, a cautela externa tende a influenciar os ativos domésticos, também afetados pelas incertezas políticas. A CPI da Covid foi aberta e deve seguir, no mínimo, como palanque para ataques à gestão do governo na pandemia. Guedes anuncia novos secretários após desgaste nas negociações do orçamento. Reveses das vacinas continuam. Após veto à Sputnik, Anvisa diz que informações da Butanvac estão incompletas. Agenda econômica traz Caged, que deve manter números positivos, além de confiança do consumidor e dados da dívida. No corporativo, Petrobras tem produção de 2,765 mi boe/dia, Eletrobras aprova dividendos de R$ 1,5 bi e Caixa Seguridade precifica IPO a R$ 9,67. Santander tem lucro societário trimestral de R$ 2,82 bi e aprova R$ 3 bi em dividendo.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Ontem: O Banco Central reforçou mensagem da ata do Copom de que busca a convergência da inflação para ao “redor da meta” em 2023, com a Selic mais alta por período mais longo. Segundo o presidente Rob

Ontem: Dólar se firma em alta no fim da tarde e encerra o dia perto dos R$ 5,20, pressionado pelos ruídos fiscais com as propostas do governo para aliviar os preços dos combustíveis e o cenário extern

Ontem: Ata do Copom com tom mais duro que o esperado abriu espaço para aperto para além de agosto e fortaleceu o real ao favorecer o carry. Exterior positivo também contribuiu para a moeda ficar entre