Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 27/08/2020

Ontem: Os ativos domésticos acentuaram o mau humor visto desde a abertura e mergulharam em perdas, após o presidente Jair Bolsonaro anunciar a suspensão da proposta de Paulo Guedes para o Renda Brasil. A fala do presidente acirrou receios quanto a divergências dentro do governo, possível enfraquecimento do ministro e risco de rompimento do compromisso com o teto de gastos. O dólar chegou a superar R$ 5,63 e registrar a maior alta desde junho, antes de encerrar a R$ 5,6104 (+1,8%). O Ibovespa chegou a perder momentaneamente os 100.0O0 pontos e fechou em queda de 1,5%. Os juros futuros dispararam e o CDS de 5 anos do Brasil interrompeu uma sequência de três quedas seguidas, com a maior alta em um mês. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que a Casa não votará nada que desrespeite o teto, mas isso não foi suficiente para acalmar os mercados. LÁ FORA, as bolsas americanas estenderam a série de ganhos recordes em meio a expectativas quanto à política monetária enquanto a economia mostra sinais de recuperação da pandemia. Os índices S&P 500 e Nasdaq alcançaram novas máximas.


Hoje: Bolsas globais e yields dos treasuries interrompem alta antes da fala de Jerome Powell, às 10:10. Embora um tom dovish do presidente do Fed tenha sido antecipado, Morgan Stanley espera ganhos ainda maiores para ativos de risco. No Brasil, após o “não” de Bolsonaro a plano reavivar o risco fiscal e estressar o mercado ontem, Guedes deve seguir no posto, segundo fontes ouvidas pela Bloomberg e notícias nos jornais. Persiste a expectativa de que as propostas sejam apresentadas nesta sexta e, com o veto presidencial ao fim do abono, pasta da Economia busca saídas como desindexar o salário mínimo. Ainda em Brasília, Câmara aprova reformulação da Lei de Falências, enquanto Campos Neto participa do CMN com Guedes e tem encontro com líder no Senado. No noticiário corporativo, Petrobras aprova venda de fatia na BR, Itaú BBA vê mineradora da CSN valendo mais de R$ 30 bi e governo tenta driblar resistência da Câmara à venda da Eletrobras.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Ontem: O Banco Central reforçou mensagem da ata do Copom de que busca a convergência da inflação para ao “redor da meta” em 2023, com a Selic mais alta por período mais longo. Segundo o presidente Rob

Ontem: Dólar se firma em alta no fim da tarde e encerra o dia perto dos R$ 5,20, pressionado pelos ruídos fiscais com as propostas do governo para aliviar os preços dos combustíveis e o cenário extern

Ontem: Ata do Copom com tom mais duro que o esperado abriu espaço para aperto para além de agosto e fortaleceu o real ao favorecer o carry. Exterior positivo também contribuiu para a moeda ficar entre