Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 24/10/2019

O Ibovespa cravou mais um recorde ontem, pelo terceiro dia seguido, com a aprovação da reforma da Previdência pelo Senado em segundo turno, enquanto o dólar cedeu mais de 1%, abaixo de R$ 4,04. A queda do dólar refletiu também o desmonte de posições vendidas, expectativas de fluxo com leilões da cessão onerosa e perspectivas de que a boa articulação do governo na última fase da Previdência possa ser repetida nas próximas reformas. Tal visão sobre a melhora da articulação também teve reflexos na queda maior vista nos juros futuros longos. Agências de rating elogiaram a aprovação da reforma, mas sem sinalizarem nada a respeito dos ratings soberanos do Brasil. Pela sétima vez no mês de outubro, BC não colocou toda a oferta de dólar à vista com swaps reversos. Lá fora, as bolsas americanas encerraram o pregão em leve alta após a divulgação de balanços. O petróleo subiu após queda inesperada de estoques dos EUA na última semana, sinalizando fortalecimento da demanda


Hoje o dia começa com viés positivo novamente, com bolsas externas em alta. Resultados fortes da Tesla e outras empresas americanas e europeias antecedem números da Amazon, que saem hoje. No Brasil, gigantes Petrobras e Vale divulgam balanços após o fechamento. A estatal, que se prepara para receber sua parte da cessão onerosa, poderá ter resultado impulsionado pela maior produção. Agenda corporativa ainda traz preços nos IPOs da C&A e BMG, que tiveram demanda de 3 a 4 vezes maior, segundo o Estado. Rumo dos negócios no dia, porém, também depende da última decisão do BCE sob Mario Draghi e de dados importantes de atividade nos EUA, como os PMIs e pedidos às fábricas. Aqui, saem confiança do consumidor e contas externas. CMN tem reunião, Tesouro oferta títulos e STF retoma discussão sobre 2ª instância. Bolsonaro inicia viagem à China e secretário Marinho diz ao Estado que economia na Previdência supera R$ 1 trilhão. Às 7:15, este era o desempenho dos principais índices:

S&P 500 Futuro +0,1%

FTSE 100 +0,8%

Nikkei 225 +0,6%

Shanghai SE Comp. estável

MSCI EM +0,3%

Dollar Index +0,1%

Yield 10 anos estável a 1,7608%

Bloomberg Comdty Index +0,1%

Petróleo WTI -0,6% a US$ 55,59 barril


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt