Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 24/07/2019

Ontem, o mercado de juros reforçou as apostas de um corte de 0,50 pp na Selic na próxima reunião do Copom, após o IPCA-15 de julho ter vindo abaixo do estimado, em um ambiente global de flexibilização monetária. A curva de juros já precifica corte de 44,6 pontos base no próximo dia 31. Na contramão, o dólar subiu na esteira externa, após Trump anunciar um acordo bipartidário para suspender o teto da dívida dos EUA. O real sofreu mais do que outros emergentes também por ajuste em relação ao bom desempenho da véspera. Sem notícias internas relevantes, a bolsa flutuou perto da estabilidade em boa parte da tarde, até fechar em queda de 0,24%.


Lá fora, as bolsas americanas e o petróleo subiram após balanços positivos e sinais de progresso nas negociações comerciais EUA-China. As bolsas ampliaram ganhos após a notícia de que o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, deve viajar para a China na próxima segunda-feira para as primeiras negociações comerciais de alto nível entre os dois países desde o fracasso das negociações, em maio.


Hoje as bolsas externas recuam após o PMI (índice que mede atividade) frustrante na zona do euro renovar as preocupações com o crescimento global, contrabalançando os resultados corporativos. Por aqui, o governo deve anunciar as novas regras do FGTS e PIS/Pasep após Paulo Guedes antecipar que medidas podem liberar cerca de R$ 42 bi. No noticiário corporativo, a Petrobras levanta R$ 8,6 bi em oferta de ações por 30% da BR Distribuidora.



Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt