Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 24/02/2021

Ontem: Ativos brasileiros passaram por ajuste de estresse e recuperaram parte das perdas da véspera, geradas pela troca de comando na Petrobras. O Ibovespa subiu mais de 2%, liderado por Petrobras, que reconquistou cerca de metade das baixas da véspera, e pelos papéis da Eletrobras, após notícia de que o governo iria publicar medida provisória de privatização da cia. Bancos também foram destaques de alta. Dólar caiu, embora mais distante da mínima de R$ 5,40, após declarações do presidente do Fed, Jerome Powell, de continuidade do apoio à economia dos EUA, e da entrega do parecer da PEC Emergencial no Senado. Juros futuros encerraram sessão regular com queda de mais de 10 pontos em alguns trechos, também com ajustes aos efeitos do nervosismo da segunda-feira. Presidente Jair Bolsonaro disse que não quer briga com a Petrobras e, sim, transparência e previsibilidade - em dia de reunião do consellho da estatal -, ao mesmo tempo em que elogiou Paulo Guedes. Lá fora, o S&P apagou perdas com comentários do presidente do Fed, Jerome Powell, enquanto papéis de tecnologia mantiveram queda em meio a preocupações de que os múltiplos estariam esticados após alta recente.


Hoje: Governo tenta afagar o ministro Paulo Guedes, enviando ao Congresso a MP que permitirá a privatização da Eletrobras. Nesta quarta, nova tentativa de realçar a agenda liberal do governo, colocada em dúvida após a troca de comando da Petrobras, vem com a cerimônia de sanção da autonomia do BC, que reunirá Bolsonaro, Guedes e Campos Neto. Uma outra iniciativa para animar o mercado depois do selloff de segunda-feira, porém, enfrenta desafios. Em meio a críticas à desvinculação de gastos, a votação da PEC Emergencial, prevista para esta quinta e que ajudou na reação dos ativos brasileiros ontem, pode ser adiada para a próxima semana. Juros futuros podem reagir ao IPCA-15 após alta do dólar impulsionar apostas em alta da Selic. Agenda ainda traz 2º dia de reuniões do BC com economistas, dados de confiança e contas externa e rolagem de LFT. Nos EUA, Powell, Clarida e dado de moradias são destaques. Ativos globais estão mistos, mas com viés positivo para bolsas e moedas emergentes nesta manhã. Ainda no Brasil, BC publica resoluções com normas sobre atuações no câmbio e em títulos. Na bolsa, expectativa com balanço da Petrobras, que sai após o fechamento, pode mover os negócios. Estatal autorizou AGE para definir novo CEO.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt