Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 23/03/2021

Ontem: Ativos brasileiros já começaram o dia penalizados pela condição de emergentes desde que a Turquia entrou em espiral de estresse com a demissão do presidente de seu BC após alta de juros. Mas esse foi só mais um fator de nervosismo a se somar ao já complicado cenário doméstico, com recrudescimento da pandemia, vacinação morosa, inflação em aceleração, riscos fiscais e incertezas políticas. Tudo isso já jogou por terra a maior parte do efeito visto no mercado após a decisão mais agressiva de alta de juros por parte do BC, que hoje divulga sua Ata do Copom. Os juros longos voltaram a avançar bastante, a curva de juros não cumpriu a promessa de achatamento esperado, o dólar subiu pela primeira vez em quatro dias e o Ibovespa perdeu mais de 1%, quase devolvendo toda a alta de sexta passada. Paulo Guedes voltou a colocar foco na vacina em suas declarações e Bolsonaro disse que aceitaria um lockdown se isso acabasse com o vírus em 30 dias. Lá fora, bolsas americanas subiram com setor de tecnologia à frente em meio ao recuo do yield dos Treasuries do maior nível em 14 meses.


Hoje: O receio de que a ressurgência da pandemia descarrile a economia mundial após a Alemanha decretar lockdown durante a Páscoa, pode ser o grande driver do dia. Moedas emergentes, bolsas e petróleo recuam. Juros dos treasuries caem antes de leilões do Tesouro e de falas de Powell e Yellen na Câmara americana. No discurso preparado para evento de hoje, presidente do Fed disse que retomada nos EUA está longe de ser completa. No Brasil, juros também estão em foco com ata do Copom e fala de Campos Neto. BC sinalizou que repetirá a alta de 0,75 pp da Selic em maio, mas mercado foi além, precificando +1pp, e aguarda explicações. Agenda ainda traz oferta de NTN-B, IPC-S e confiança do consumidor aqui e vendas de casas novas nos EUA. Noticiário sobre a Covid no Brasil segue pesado, com números elevados de casos pressionando o sistema de saúde e empresas parando ou sendo pressionadas a parar por funcionários, como no caso da Petrobras.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt