Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 21/12/2020

Sexta: A retirada da pauta da MP do 13º do Bolsa Família esvaziou a pressão de uma manhã estressante para os ativos brasileiros, que se viram às voltas repentinamente com mais um risco fiscal às vésperas do Natal. Assim, à tarde, depois de afastada a ameaça, os juros futuros apagaram a alta e encerraram a sessão regular perto da estabilidade. O dólar demorou mais um pouco a mostrar alívio, uma vez que, no exterior, a moeda americana seguia em alta, diante das negociações no Congresso sobre pacote de ajuda à economia dos EUA. O Ibovespa, por sua vez, renovou fôlego e passou a subir, em outra tentativa de atingir novo patamar recorde, mas a queda das bolsas em NY foi um freio ao movimento e o índice chegou ao final da tarde em baixa. Ainda assim, a bolsa brasileira teve para a sétima semana seguida de avanço.


Hoje: Bolsas europeias caem mais de 2% após descoberta de nova cepa do coronavírus no Reino Unido, que poderia ser 70% mais transmissível, ter levado a medidas adicionais de restrição na nação, que foi bloqueada por vizinhos europeus e pelo Canadá. Preocupação com pandemia às vésperas do Natal gera aversão ao risco e valoriza dólar, ofuscando acordo sobre estímulos nos EUA. Petróleo e metais também caem com temores renovados sobre a covid. Exceção é o minério de ferro, que dispara após Brumadinho suspender alvará da Vale depois de morte em deslizamento. Também no Brasil, após risco fiscal com MP pressionar ativos na sexta, Guedes tem férias canceladas. Bolsonaro volta a minimizar pandemia ao afirmar que pressa de vacina não se justifica, enquanto governadores estariam pedindo prorrogação de calamidade. Na Câmara, bloco de Maia teria votos para vencer, diz Poder360. Tesouro aumenta número de vencimentos para facilitar rolagem da dívida em 2021. Agenda do dia destaca arrecadação, pesquisa Focus, vencimento de opções e reunião da Oi com mercado.


Bom dia e boa semana a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt