Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 20/10/2021

Ontem: Ativos brasileiros afundaram em meio a uma reprecificação geral relacionada ao risco de “fim” do teto de gastos, a partir da proposta de programa social do governo de R$ 400 com parte do pagamento fora do limite fiscal. O cenário externo favorável e a intervenção do Banco Central logo na abertura dos negócios com venda de dólar à vista, anunciada desde a véspera e no montante de R$ 500 milhões, não foram capazes de evitar as fortes perdas por aqui. O dólar chegou a superar R$ 5,61, no maior nível desde abril, e o real teve o pior desempenho isolado em cesta de 24 divisas emergentes, com a ampla maioria delas se valorizando ante a moeda americana. A bolsa caiu mais de 3%, na maior queda em mais de um mês, e os juros futuros dispararam, com alguns vértices subindo mais de 60 pontos. A curva de juros passou a precificar alta de 127 pontos na Selic na reunião do Copom da semana que vem. Notícia de que o evento do anúncio do programa foi cancelado não chegou a proporcionar melhora relevante para os ativos, até porque não anula os riscos da proposta, nem a percepção de que outras medidas possam estar a caminho também sem respeito ao teto.


Hoje: Negociações sobre o Auxílio Brasil seguem em foco. O estresse gerado, juntamente com a resistências da equipe econômica, convenceram o governo a adiar o anúncio do novo programa social. O centrão quer um auxílio ainda maior, de R$ 500,00, como reação à queda de Bolsonaro nas pesquisas, segundo o Valor. PEC dos precatórios, destinada a viabilizar o novo auxílio, pode ser votada hoje, enquanto a reforma do IR segue travada. BC volta com leilão extra de swaps após oferta de spot ontem não aliviar o câmbio. Vale anuncia aumento na produção de minério e Petrobras divulga seu relatório após fechamento. Mercado global, que foi positivo nesta terça mas não conseguiu reverter o pessimismo interno, tem tendência indefinida nesta manhã, com bolsas e moedas de lado. Agenda externa destaca falas de dirigentes do Fed.


Bom dia

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 06/12/2021

Sexta: Juros futuros estenderam baixas e vários vértices intermediários e longos caíram mais de 30 pontos, em dia de queda dos yields no exterior e de surpresa com retração da produção industrial domé

Morning Call - 03/12/2021

Ontem: Juros futuros desabaram nesta quinta-feira, com perdas de mais de 20 pontos em vários vértices, após o PIB do terceiro trimestre mostrar que o país entrou em recessão técnica. O dado pior do qu

Morning Call - 02/12/2021

Ontem: As incertezas sobre a votação da PEC dos precatórios no Senado, com a possibilidade de adiamento, e a piora externa, com bolsas de NY apagando ganhos e yields passando à baixa, pesaram sobre os