Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 20/08/2020

Ontem: O sentimento dos mercados era já hesitante durante o dia, após a forte recuperação da véspera, especialmente aqui com investidores ainda preocupados com o desenrolar das questões fiscais dentro do governo. Mas a divulgação da ata do Fed piorou tudo, desde que o documento repetiu a visão de que o caminho para a recuperação depende da contenção do vírus e mostrou um otimismo moderado sobre o crescimento no segundo semestre. Os membros do Fed também pareceram recuar de uma disposição anterior em tornar mais claras as orientações sobre a trajetória futura dos juros. As bolsas caíram nos EUA e o Ibovespa ampliou a queda vista antes. O dólar subiu globalmente e, aqui, chegou a superar R$ 5,56, no maior nível em quase três meses. Atuação extraordinária do BC com leilão de swap cambial apenas reduziu pouco e momentaneamente esse movimento. Juros futuros também avançaram, especialmente nos vértices longos, com altas de mais de 10 pontos. No âmbito do governo, o auxílio emergencial deve ser prorrogado até o final do ano, no valor de R$ 250. O valor será uma referência para o Renda Brasil. O presidente Jair Bolsonaro disse que poderá ser achado um meio termo para manter auxílio até dezembro e que está totalmente ligado a Paulo Guedes. O Senado federal surpreendeu o pais após o fechamento dos mercados derrubando o veto de Bolsonaro ao reajuste salarial de servidores.


Hoje: A decisão do Senado será analisada na Câmara hoje, a partir das 15:00, e o líder do governo confia em manutenção do veto. Derrubada preocupa ministério da Economia e eleva risco fiscal que já vem ajudando o mercado a piorar. Banco não anunciou nenhuma atuação extra para hoje - além da rolagem de swap. BC ainda está em foco com Campos Neto em videoconferência aberta. Além do sentimento deteriorado sobre o fiscal, aversão externa ao risco também ameaça ativos brasileiros. Bolsas globais estendem queda, ainda refletindo frustração com ata cautelosa do Fed que ajudou a azedar humor ontem. Agenda destaca aqui leilão do Tesouro e arrecadação, que pode ter crescimento em julho, seguro-desemprego nos EUA e ata do BC europeu. Na cena corporativa, B3 vê número de investidores disparar e pipeline de IPO, que segue crescendo, pode servir de alerta. Governo dá passo em venda da Eletrobras, mas Congresso resiste.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Sexta: Apetite ao risco no exterior, enquanto operadores ponderaram chance de Fed desacelerar ritmo do aperto em setembro, e relatos de fluxo doméstico sustentaram a dinâmica positiva dos ativos locai

Ontem: Avanço dos yields e realização de lucros pressionam dólar, que fechou em alta superior a 1%. Moeda renovou a máxima perto de R$ 5,17 e real anotou o pior desempenho entre emergentes. Rendimento

Ontem: Reversão da queda dos yields americanos freou o ímpeto de queda do DI, que chegou a mergulhar pela manhã com o CPI abaixo do esperado nos EUA. Inflação americana aumentou chance de 0,50pp pelo