Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 20/05/2020

Ontem: O mercado doméstico não teve muito tempo para uma trégua. Depois de finalmente a B3 confirmar que funcionaria no dia seguinte (hoje) e amanhã, eliminando a dúvida que trouxe volatilidade aos negócios durante toda a manhã, a notícia de que o estudo para a vacina experimental da Moderna não tem dados críticos suficientes para avaliar o seu sucesso derrubou os mercados, aqui e lá fora. O dólar renovou máxima ao final da tarde, acima de R$ 5,76, jogando fora a melhora vista após leilão extra de swap pelo BC. A bolsa virou para queda, o S&P 500 mergulhou e o Índice Dólar reduziu a baixa. Os juros futuros encerraram a sessão regular sem sentir tanto a piora. São Paulo parte para o feriado prolongado e antecipado a partir de amanhã na tentativa de conter o alastramento do coronavírus, agora que o Brasil já é o terceiro país do mundo em número de infectados. LÁ FORA, as bolsas americanas caíram em meio a questionamentos sobre o estudo para a vacina experimental contra o coronavírus, que sustentou em parte o otimismo para os ganhos da véspera. O estudo de vacinas da Moderna não teria produzido dados críticos suficientes para avaliar seu sucesso. Devemos continuar vendo volatilidade porque todos os dias o mercado está precificando qualquer informação que apareça. A deterioração da relação EUA-China ainda preocupa investidores.


Hoje: O mercado tem motivos para manter o pé atrás, mesmo após a confusão gerada pela antecipação dos feriados em São Paulo ter sido resolvida com a decisão de manter o funcionamento da B3. Pandemia no Brasil acelera, quebrando recordes tanto em mortes, com mais de mil em um dia, quanto casos. Bolsonaro diz que cloroquina pode ser liberada hoje, enquanto Trump fala em barrar voos do Brasil. Expansão do vírus no país amplia receios de impacto econômico e ajuda explicar desempenho pior que a média dos ativos brasileiros. Na política, outro fator de cautela dos investidores, a temperatura pode crescer com tendência de ministro do STF para liberar íntegra de vídeo da reunião ministerial citada por Moro, segundo o Estado. Contraponto positivo vem da manutenção dos leilões do governo em infraestrutura e vendas de imóveis, de acordo com jornais. No exterior, manhã tem viés positivo, com S&P futuro em alta, após dúvida sobre vacina derrubar ações ontem. Moedas emergentes avançam, embora commodities tenham fôlego menor.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Ontem: A fala de Bruno Serra vista como dovish (flexível) pelo mercado derrubou os juros futuros e ajudou a reduzir a precificação de alta da Selic para as próximas reuniões. O diretor de Política Mon

Sexta: Jerome Powell deu alívio aos mercados ao final de uma semana marcada por forte volatilidade. O presidente do Fed afastou um aperto de juros mais agressivo nas próximas reuniões, apesar de númer

Ontem: A volatilidade dominou a sessão desta quinta-feira. O dólar chega ao final da tarde com leves oscilações enquanto o índice da moeda no exterior subiu com a busca por ativos seguros. Os juros fu