Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 20/01/2022

Ontem: A fala do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em defesa de aliança com Geraldo Alckmin e a centro-direita, além de aceno ao Banco Central, fez o dólar ampliar a queda para até -2%, com mínima na casa dos R$ 5,45. O movimentou levou junto os juros futuros, que fecharam com queda de mais de 20 pontos em alguns contratos mais longos. Recuo do yield dos Treasuries contribuiu para a perda de prêmio no nos juros por aqui. O Ibovespa subiu mais de 1%, de volta ao patamar de 108.000 pontos, puxando novamente pela Vale e minério de ferro, que subiu com os sinais de mais estímulos para a economia da China. Lá fora, as bolsas de NY reverteram a alta vista mais cedo, em uma sessão volátil, à medida que os investidores avaliavam os resultados corporativos e a perspectiva de aperto monetário pelo Fed. Juro dos Treasuries de 10 anos caiu mesmo com expectativas de que a taxa do papel deve atingir 2%.


Hoje: Futuros das bolsas de NY sobem, sinalizando reação após quedas de ontem. Balanços e perspectivas sobre Fed seguem em foco antes de dado de seguro-desemprego nos EUA a menos de uma semana do Fomc. Mercados em geral têm desempenho misto, com minério de ferro em alta e petróleo devolvendo parte do ganho dos dias anteriores. No Brasil, palestra aberta de Campos Neto e leilão de prefixados do Tesouro testam queda acentuada dos juros e do dólar nesta quarta-feira. Aliança Lula-Alckmin tem apoio do MST, diz a Folha, após aceno do ex-presidente ao centro acelerar os ganhos que ativos brasileiros vinham tendo com baixa dos yields e alta das commodities. Covid bateu recorde de casos, mas segue com letalidade baixa, e Anvisa debate vacinas em crianças.


Bom dia

Posts recentes

Ver tudo

Ontem: A fala de Bruno Serra vista como dovish (flexível) pelo mercado derrubou os juros futuros e ajudou a reduzir a precificação de alta da Selic para as próximas reuniões. O diretor de Política Mon

Sexta: Jerome Powell deu alívio aos mercados ao final de uma semana marcada por forte volatilidade. O presidente do Fed afastou um aperto de juros mais agressivo nas próximas reuniões, apesar de númer

Ontem: A volatilidade dominou a sessão desta quinta-feira. O dólar chega ao final da tarde com leves oscilações enquanto o índice da moeda no exterior subiu com a busca por ativos seguros. Os juros fu