Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 19/12/2019

O dólar ontem operou no patamar de R$ 4,06, em baixa durante praticamente todo o dia, com expectativa de fluxo e otimismo sobre a economia - reforçado por índice de confiança industrial no maior nível para dezembro desde 2010 -, em meio à liquidez reduzida com a proximidade dos feriados de final de ano. Os juros futuros encerraram a sessão em queda, reflexo de ajuste após a alta de ontem, apesar de novos dados de inflação acima do esperado darem respaldo à postura mais cautelosa do BC expressa na ata do Copom. O Ibovespa bateu novo recorde com bancos e Petrobras após superar os 114.000 pontos. No EXTERIOR, as bolsas americanas encerraram o dia em leve alta. Câmara dos EUA votava impeachment de Trump durante o fechamento dos mercados.


Hoje no exterior, o rendimento dos títulos americanos sobe e as moedas pares do real têm leve baixa após o BOJ (Banco Central Japonês) manter sua política inalterada. Por aqui, o BC deve afinar as expectativas sobre juros em 2020 com relatório de inflação e entrevista de Campos Neto, após ata do Copom vista como hawkish (mais dura) reduzir as apostas em corte adicional da Selic. Guedes defende taxar transações digitais, em meio ao crescimento das fintechs, e nega que se trata de uma reedição da CPMF. Regras para cálculo do I.R. das empresas devem ser revistas, enquanto propostas mais amplas sobre impostos devem ser discutidas na comissão da reforma tributária, a ser instalada hoje. Caged e arrecadação podem testar ambiente positivo com economia e mercado ainda checa se leilão de transmissão de energia terá estrangeiros.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt