Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 19/08/2020

Ontem: O dia foi de recuperação para os ativos brasileiros, que devolveram os exageros do estresse da véspera após declarações apaziguadoras de Bolsonaro e Guedes de apoio mútuo e respeito ao teto de gastos. Mas o mercado doméstico mantém a situação fiscal no foco e um sinal disso citado por analistas foi que o dólar chegou a apagar a queda no início da tarde e depois voltou a cair, porém de forma mais comedida do que durante a manhã. Os comentários são de que a busca por risco vista na bolsa, que subiu 2,5%, e nos juros futuros, cujas taxas longas chegaram a cair mais de 30 pontos, foi acompanhada por proteção no dólar, o que limitou a queda da moeda. No Ibovespa, ações da Magazine Luiza foram destaque de alta e renovaram recorde após balanço do segundo trimestre. Nos EUA, S&P 500 subiu a recorde superando os níveis de fevereiro pela primeira vez desde que a pandemia afetou os mercados. Alta deveu-se à recuperação das ações de tecnologia e dados do mercado de imóveis americano bem acima do esperado. Por aqui, governo estimou queda de 8% a 10% do PIB no segundo trimestre e manteve projeção de contração de 4,7% no ano. Medidas de combate à pandemia totalizaram gasto de R$ 505,4 bilhões, disse Ministério da Economia.


Hoje: Após alívio do mercado com o apoio mútuo entre Bolsonaro e Guedes, as autoridades com maior poder de decisão sobre a economia têm agenda movimentada de encontros que pode manter o ambiente de entendimento. Presidente e ministro da Economia participam de solenidade e tanto Bolsonaro quanto Campos Neto, do BC, terão reuniões com Rodrigo Maia. Projeto dará R$ 5 bilhões para obras, diz Poder360, e PEC pode agregar Renda Brasil e desoneração, segundo Valor. No exterior, sentimento favorável ao risco persiste, embora com altas mais modestas das bolsas e moedas emergentes, antes da ata do Fomc, que pode oficializar postura flexível com inflação. Busca de acordo para estímulos nos EUA e disputa com China seguem no radar. Petróleo recua antes de Opep+, enquanto metais sustentam rali. Na cena corporativa local, fila para IPOs ganha mais empresas.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt