Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 19/02/2020

Ontem: O dólar chegou a superar os R$ 4,36 ontem, na esteira de nova onda de aversão a risco no exterior e após fala do diretor de Política Econômica do BC, Fabio Kanczuk, de que câmbio vai para onde tiver que ir. Lá fora, o gatilho para o estresse foi o corte de perspectiva de vendas da Apple, por causa do coronavírus. O mercado tenta decifrar os sinais do BC e não tem consenso sobre nova intervenção imediata. Ao final da tarde, Campos Neto disse que só atuará no câmbio quando houver problema de liquidez. Juros futuros médios e longos subiram modestamente por causa do dólar. Já o Ibovespa reduziu a queda ao final da sessão com ações da Petrobras e Eletrobras liderando altas. No EXTERIOR, as bolsas americanas caíram por conta principalmente do alerta da Apple de que a desaceleração na produção e menor demanda por smartphones causados pela epidemia de coronavírus na China devem levar a vendas trimestrais abaixo do previsto.


Hoje: Bolsas externas têm viés de alta e o dólar recua contra alguns pares do real em meio a sinais de que a China pode dar apoio ao setor aéreo, duramente atingido pela crise gerada pelo vírus. Mercado ensaia recuperação após choque causado pelo alerta da Apple, mas variações são modestas, sugerindo que cautela persiste. Ata do Fed e PPI são destaque na agenda americana. No Brasil, Petrobras divulga balanço após fechamento em meio à alta do petróleo e depois do anúncio de aumento das vendas no trimestre. O dólar segue sem atuação do BC. Bolsonaro diz que Guedes permance no cargo e que reunião com ministro ontem a noite foi sobre reforma administrativa.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt