Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 18/02/2021

Ontem: Commodities em alta e dólar mais valorizado no mundo pavimentaram ganhos para o Ibovespa e perda para a moeda brasileira nesta Quarta-Feira de Cinzas, em que os ativos locais também deviam um ajuste ao feriado de carnaval. Dados fortes de atividade nos EUA - vendas no varejo, PPI e produção industrial - trouxeram otimismo quanto à economia americana e, ao mesmo tempo, alguma preocupação com a inflação. O dólar subiu frente a quase todos os seus pares do G10 e à maioria das divisas emergentes. Os juros futuros avançaram e a curva ganhou mais inclinação. O Ibovespa retomou os 120.000 pontos no embalo dos ganhos de Vale e Petrobras, enquanto Embraer disparou, na maior alta percentual do índice, em meio a conversas com a Lufthansa sobre frota. Prisão do deputado Daniel Silveira, do PSL, confirmada pelo STF por unanimidade, esteve no radar pelo que pode trazer de atraso na agenda do Congresso.


Hoje: Mercado externo tem desempenho misto e não indica direção única para os negócios. Bolsas recuam levemente enquanto investidores ainda discutem implicações da alta dos yields americanos. Perspectiva com vacinas e estímulos, por outro lado, evita maior deterioração do ambiente financeiro. Moedas emergentes têm ganhos modestos e ações brasileiras podem continuar beneficiadas pelas commodities. Minério de ferro e cobre mantêm alta com otimismo sobre demanda no retorno da China após feriado e petróleo brent testa US$ 65 com frio intenso nos EUA. Efeito das commodities sobre ativos brasileiros pode ser arrefecido pela incerteza política. Prisão do deputado do PSL domina as atenções no Congresso e na mídia, desviando o foco da discussão sobre auxílio emergencial e reformas. Juros futuros podem reagir ao volume do leilão do Tesouro. IPC-Fipe desacelera mais que o previsto na 2ª quadrissemana de fevereiro e agenda ainda traz IGP-M e IPC-S. Nos EUA, sai seguro-desemprego após varejo e PPI acima do esperado ontem. CSN Mineração estreia na bolsa após IPO e resultado do Carrefour supera previsão.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Sexta: Apetite ao risco no exterior, enquanto operadores ponderaram chance de Fed desacelerar ritmo do aperto em setembro, e relatos de fluxo doméstico sustentaram a dinâmica positiva dos ativos locai

Ontem: Avanço dos yields e realização de lucros pressionam dólar, que fechou em alta superior a 1%. Moeda renovou a máxima perto de R$ 5,17 e real anotou o pior desempenho entre emergentes. Rendimento

Ontem: Reversão da queda dos yields americanos freou o ímpeto de queda do DI, que chegou a mergulhar pela manhã com o CPI abaixo do esperado nos EUA. Inflação americana aumentou chance de 0,50pp pelo