Buscar

Morning Call - 16/05/2022

Sexta: Jerome Powell deu alívio aos mercados ao final de uma semana marcada por forte volatilidade. O presidente do Fed afastou um aperto de juros mais agressivo nas próximas reuniões, apesar de números de inflação ainda elevados. Por aqui, precificação de alta da Selic teve novo aumento, em meio à elevação das estimativas para a inflação e para o PIB. Juros futuros curtos e médios tiveram leve alta enquanto vencimentos mais longos recuaram. O Ibovespa subiu com os índices em NY e quebrou uma sequência de cinco quedas semanais seguidas. Petrobras ficou entre principais ganhos com petróleo, em meio à continuidade do debate sobre a política de preços da estatal após reajustes. Presidente Jair Bolsonaro disse que recorrerá à Justiça para que a petrolífera cumpra seu papel social. Banco Inter subiu com reestruturação societária em sessão positiva para os bancos. Alta de quase 4% do índice Nasdaq ajudou fintechs brasileiras. Já o Nubank disparou mais de 20% antes de balanço e fim do lock-up de US$ 26 bilhões de seus papeis nesta próxima semana.


Hoje: Mercados operam sem definição clara após dados de produção industrial e varejo piores do que o esperado na China. O pais reduziu a taxa de hipotecas, mas não o juro básico, apesar dos indicadores que mostram o custo da política de Covid zero. Bolsas e petróleo têm viés negativo, mas cobre e minério de ferro avançam. Indicador Empire Manufacturing abre hoje semana que terá fala de Jerome Powell e outros dirigentes de BCs como destaque no exterior, após presidente do Fed impulsionar ativos de risco na sexta ao reiterar ritmo de 0,5pp para a alta de juros. No Brasil, diretor do BC, Bruno Serra, fala em evento do Goldman Sachs, em São Paulo. IPC-S desacelera mais que o esperado na segunda quinzena de maio. Sai ainda o resultado primário de março, que pode reverter o superávit anterior. Noticiário destaca as pressões para que o novo ministro das Minas e Energia troque o presidente da Petrobras. A estatal nega mudança em preços. O BTG estaria prestes a comprar a Stone


Bom dia e boa semana

Posts recentes

Ver tudo

Ontem: O Banco Central reforçou mensagem da ata do Copom de que busca a convergência da inflação para ao “redor da meta” em 2023, com a Selic mais alta por período mais longo. Segundo o presidente Rob

Ontem: Dólar se firma em alta no fim da tarde e encerra o dia perto dos R$ 5,20, pressionado pelos ruídos fiscais com as propostas do governo para aliviar os preços dos combustíveis e o cenário extern

Ontem: Ata do Copom com tom mais duro que o esperado abriu espaço para aperto para além de agosto e fortaleceu o real ao favorecer o carry. Exterior positivo também contribuiu para a moeda ficar entre