Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 16/03/2020

Ontem: Ativos em todo o mundo e também no Brasil tiveram um dia de alívio na sexta, depois do pânico da véspera, com atuações de diversos BCs - incluindo o Fed e os do Japão e China - e expectativas de que esforços serão intensificados para mitigar efeitos econômicos do coronavírus. Os ganhos foram intensificados ao final da tarde, após Trump declarar oficialmente emergência nacional por coronavírus e dizer que isso abre acesso a US$ 50 bi em recursos, além de anunciar que comprará grande quantidade de petróleo para reservas e suspender juros de empréstimos estudantis. Por aqui, o Ibovespa ampliou ganhos para quase 14% junto com as bolsas americanas e Petrobras acelerou avanço junto com petróleo. O dólar reduziu alta, enquanto teve a 4ª semana seguida de valorização. Ao longo do dia, os juros futuros mostraram queda e alguns vértices chegaram a tocar novo limite de baixa estabelecido para o dia. Com isso, a curva voltou a precificar aposta majoritária de corte de 0,25 pp na Selic na próxima semana. Presidente Bolsonaro informou pelo Facebook ter sido testado negativo para o vírus.


Hoje: O Fed voltou a surpreender e antecipou o corte de sua taxa de juros em 1 ponto percentual, para perto de zero, além de anunciar programa de compra de títulos. Decisão emergencial do Fed é seguida por ações dos BCs do Japão e Coreia do Sul, mas falha em aliviar o mercado. Bolsas europeias despencam e S&P oscila perto do limite de baixa com investidores vendo ação do Fed como sinal de que impacto do coronavírus pode ser maior que se imaginava e questionando se política monetária poderá mitigar o efeito econômico do surto. ETF brasileiro Lyxor MSCI cai 5%. Dólar tem alta forte contra moedas pares do real e commodities caem. No Brasil, UBS passa a prever corte de 1 pp da Selic e espera que Copom, assim como Fed, também antecipe sua decisão para hoje, que ainda poderia incluir programa de atuação no câmbio. Segundo jornais, outras medidas devem ser anunciadas pelo governo enquanto casos do vírus no país chegam a 200.


Bom dia e boa semana a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt