Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 13/11/2020

Ontem: A piora do mercado externo no período da tarde atingiu em cheio os ativos brasileiros, levando o Ibovespa a tocar as mínimas do dia, o dólar a superar R$ 5,48 e os juros futuros a reverterem a baixa. Os mercados locais ainda mostraram uma deterioração do humor após fala de Paulo Guedes, ao dizer que se houver segunda onda de vírus no Brasil, o governo terá estado de calamidade e auxílio emergencial, que poderia aterrissar no Bolsa Família ou Renda Brasil. Lá fora, as bolsas americanas caíram, os rendimentos das Treasuries desabaram e o dólar se fortaleceu com o ressurgimento de casos de coronavírus e receio de mais restrições que desacelerem a recuperação econômica. NY se prepara para possibilidade de fechar escolas, Chicago apela para moradores só saírem de casa em caso de necessidade e governo Trump deu um passo atrás nas negociações sobre estímulos.


Hoje: S&P futuro sobe e índice europeu de ações reverte queda registrada mais cedo. Mercado sugere melhora depois de números crescentes da Covid e dúvidas sobre estímulos nos EUA derrubarem os ativos de risco ontem. Moedas emergentes têm leve ganho. No Brasil, ministro Paulo Guedes participa de videoconferência após sua fala ontem sobre possível manutenção do auxílio em 2021. Ministro convenceu Bolsonaro sobre nova CPMF, diz Estado. Agenda no Brasil destaca o IBC-Br, que tem estimativa de alta mensal e desaceleração da queda no comparativo anual, além da sequência da safra de balanços. Nos EUA, saem PPI e confiança de Michigan. Noticiário destaca que Bolsonaro pode autorizar compra da Coronavac e previsão de vacina da Pfizer no 1º trimestre de 2021, em meio a receios de 2ª onda da covid também no país.


Bom dia e bom final de semana a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt