Buscar
  • Vinicius Verdu

Morning Call - 09/06/2022

Ontem: O temor fiscal das medidas para reduzir o preço dos combustíveis voltou a pesar nos mercados. O dólar subiu e encerrou perto dos R$ 4,89, e juros futuros reduziram ligeiramente a alta pouco antes do final da sessão regular, quando o senador Fernando Bezerra dava mais detalhes das propostas em andamento. Segundo ele, a PEC dos combustíveis prevê compensação de R$ 29,6 bi a estados que zerarem o ICMS e trará redução do imposto sobre diesel, GLP e etanol. Lideranças do Congresso pressionavam para elevar a pelo menos R$ 45 bilhões o valor da compensação aos estados, disseram duas pessoas com conhecimento do assunto. Outra PEC deverá garantir regime tributário diferenciado aos biocombustíveis e o ICMS do etanol hidratado será reduzido para 12%, disse o relator do projeto no Senado. O mau humor local se somou ao externo e levou o Ibovespa à queda de mais de 1%. Em NY, o temor com a inflação pressionou os índices. Por aqui, a Eletrobras subiu na véspera da precificação da oferta para privatização. Reserva de ações com o uso de recursos do FGTS teve demanda acima do teto estipulado pelo governo.


Hoje: IPCA de maio, que será divulgado na abertura desta quinta-feira, deve balizar as apostas para o Copom. A estimativa é de desaceleração no comparativo mensal, mas com índice ainda perto de 12% no anual. Um resultado mais baixo poderia reforçar apostas de que o BC encerrará o aperto monetário após a elevação de 0,50pp precificada para a próxima semana. Um índice mais salgado, porém, tende a alimentar a expectativa de uma Selic final mais alta, num momento de acirramento dos riscos fiscais e de pressão renovada dos preços do petróleo. IPC-Fipe desacelera mais que o esperado. Petrobras defende sua política em meio a cenário de escassez global e ao déficit do país em diesel. A empresa diz que pode haver “maior impacto nos preços”. Bolsa e câmbio devem refletir nesta quinta-feira a precificação da oferta da Eletrobras, que teve demanda perto de R$ 60 bi. Mercado global tem desempenho misto, com bolsas europeias em queda antes do BCE, que pode dar largada ao aperto monetário. Moedas emergentes ensaiam alívio e balança da China vem forte. Em Brasília, PEC dos combustíveis segue no radar e auxílio financeiro para zerar ICMS é de R$ 29,6 bi, segundo relator. Jair Bolsonaro tem 1º encontro com Joe Biden.


Bom dia

Posts recentes

Ver tudo

Sexta: Apetite ao risco no exterior, enquanto operadores ponderaram chance de Fed desacelerar ritmo do aperto em setembro, e relatos de fluxo doméstico sustentaram a dinâmica positiva dos ativos locai

Ontem: Avanço dos yields e realização de lucros pressionam dólar, que fechou em alta superior a 1%. Moeda renovou a máxima perto de R$ 5,17 e real anotou o pior desempenho entre emergentes. Rendimento

Ontem: Reversão da queda dos yields americanos freou o ímpeto de queda do DI, que chegou a mergulhar pela manhã com o CPI abaixo do esperado nos EUA. Inflação americana aumentou chance de 0,50pp pelo