Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 08/09/2020

Sexta: O Ibovespa deu a volta por cima ao final de pregão, depois de chegar a perder o patamar de 100.000 pontos durante o dia, e fechou em alta de 0,5%, com ajuste do foco para perspectivas de reformas. O movimento da bolsa brasileira coincidiu com uma melhora em NY, mas enquanto prosseguiu por aqui, as bolsas americanas seguiram no vermelho, embora longe das mínimas. O dólar hesitou em seguir o mesmo caminho e tornou-se mais arisco perto do fechamento, encerrando em alta de 0,2%, às portas de um feriado prolongado. Juros futuros terminaram a sessão regular em baixa, ainda que contratos tenham reduzido a queda em relação às mínimas da manhã. A alta do Ibovespa permitiu que ele reduzisse a baixa semanal para -0,9%, enquanto o dólar fechou a semana em queda de 1,6%. O diretor do BC, Fabio Kanczuk, disse ser improvável uma nova queda da Selic logo. LÁ FORA, as bolsas americanas reduziram as perdas ao final da sessão após fortes quedas dos papéis da Amazon, Microsoft e Facebook empurrarem o índice Nasdaq à baixa de mais de 5% durante o pregão. Ganhos no setor financeiro limitaram as perdas do S&P 500, embora índice tenha encerrado o dia no menor patamar desde 21 de agosto.


Hoje: A correção das bolsas, puxada por queda forte das ações de tecnologia dos EUA, segue em foco na volta dos feriados brasileiro e americano. Bolsas europeias subiram ontem, mas nesta manhã a tensão está de volta após Trump prometer cortar laço econômico com China. Nasdaq futuro e o Stoxx 600 têm baixas expressivas. Moedas emergentes seguem pressionadas e commodities caem. Petróleo, que antes da atual tensão nos mercados estava em US$ 43, caiu a US$ 38 após 4 baixas seguidas. No Brasil, agenda destaca Campos Neto em evento. IGP-DI de agosto pode dar novo salto e atingir 3% no comparativo mensal, enquanto IPCA que sai amanhã deve desacelerar, ainda sem refletir a pressão dos preços no atacado. No corporativo, STF permite à Petrobras vender blocos sem licitação, Marfrig avalia investimentos no Paraguai, Oi aceita proposta em processo de venda da unidade celular e Vale não consegue acordo para vender à New Century 95% de unidade na Nova Caledônia.


Bom dia e boa semana a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Ontem: O Banco Central reforçou mensagem da ata do Copom de que busca a convergência da inflação para ao “redor da meta” em 2023, com a Selic mais alta por período mais longo. Segundo o presidente Rob

Ontem: Dólar se firma em alta no fim da tarde e encerra o dia perto dos R$ 5,20, pressionado pelos ruídos fiscais com as propostas do governo para aliviar os preços dos combustíveis e o cenário extern

Ontem: Ata do Copom com tom mais duro que o esperado abriu espaço para aperto para além de agosto e fortaleceu o real ao favorecer o carry. Exterior positivo também contribuiu para a moeda ficar entre