Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 08/07/2020

Ontem: A volatilidade seguiu dando a tônica aos mercados e o aumento da aversão ao risco no período da tarde, combinado com uma realização de lucros nas bolsas americanas, agravou as perdas dos ativos brasileiros. O dólar já tinha apagado a queda no início da tarde com a piora externa ao mesmo tempo em que foi divulgada a notícia de que o presidente Jair Bolsonaro testou positivo para a Covid-19, o que agregou algum efeito negativo. “Estou perfeitamente bem”, disse o presidente em entrevista a órgãos de imprensa no Palácio do Alvorada. O dólar fechou o dia a R$ 5,3821, em avanço de 0,5%, enquanto juros médios e longos encerraram sessão regular em alta. A bolsa fechou o pregão com queda de mais de 1%, pressionada por bancos, na esteira da baixa de NY, onde até o Índice Nasdaq, favorecido em boa parte da sessão, sucumbiu à realização de lucros e à visão mais negativa sobre o ritmo de retomada das economias.


Hoje: Varejo tem estimativa de alta mensal em maio, recuperando parte do forte declínio de abril, o pior mês do efeito econômico da pandemia. O dado pode ser um teste preliminar do otimismo demonstrado na segunda-feira pelo presidente do BC, Roberto Campos Neto, sobre uma retomada mais firme. Ainda que necessite ser endossada por mais números, a perspectiva mais favorável sobre atividade reduziu a precificação de corte da Selic. No exterior, contudo, o ânimo com a recuperação econômica é nublado pelos sinais de ressurgência do coronavírus, que embasaram ontem um alerta de Bostic, do Fed de Atlanta, que volta a falar hoje. Bolsas europeias recuam, enquanto moedas pares do real têm ganhos discretos, sem anular as fortes perdas da sessão anterior. Após queda usual no fim de semana, Covid-19 retoma números altos no Brasil. Guedes tem resultado negativo, mas fará novo teste após Bolsonaro ter diagnóstico positivo. Na cena corporativa, ocupação da Azul em junho sobe para 75,5%, vendas contratadas da MRV no 2º trimestre avançam 8,6% e mais uma empresa fará IPO. Agenda local ainda traz IGP-DI e leilão do Tesouro.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt