Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 08/04/2021

Ontem: Declaração de Jair Bolsonaro de que é “inadmissível” o reajuste de 39% no valor do gás natural da Petrobras levou o Ibovespa a apagar a maior parte da alta vista à tarde e afetou negativamente os papeis da empresa. O presidente disse que não vai interferir na estatal, mas que pode “mudar essa política de preço”, o que fez com que os papéis PN passassem de uma alta de mais de 1% à leve queda. CCR caiu quase 2% após levar dois dos três blocos de aeroportos colocados à venda pelo governo, que arrecadou mais de R$ 3 bi em outorgas. O dólar subiu pela primeira vez em três dias, revertendo queda vista pela manhã. A moeda acompanhou o efeito da ata do Fed no Índice Dólar, que se somou ao pano de fundo interno da demora de uma solução para o Orçamento. A difícil negociação entre a equipe econômica e o Congresso para resolver o imbróglio manteve os juros futuros pressionados ao longo de toda a sessão. Lá fora, o S&P 500 subiu levemente após ata do Fed não ter sinalizado que o banco central fará qualquer alteração em seu programa de compra de títulos em breve.


Hoje: Bolsonaro é aplaudido em jantar com empresários ao defender o teto de gastos e elogiar Paulo Guedes, além de se comprometer em acelerar a vacinação, dizem os jornais. Por outro lado, presidente manteve críticas às medidas de isolamento de estados e municípios. Saldo aparentemente positivo do encontro contrabalança as incertezas sobre o orçamento, com esperados vetos do presidente encontrando resistências do Congresso. Mercado externo também favorece ativos brasileiros. Yields e índice dólar recuam e bolsas sobem. Agenda com muitos potenciais drivers traz fala de Powell, ata do BCE e seguro-desemprego dos EUA. Aqui, Guedes e os diretores do BC Kanczuk e Serra participam de eventos abertos, enquanto Bolsonaro se reúne com ministros. Oferta de títulos do Tesouro pode mover juros e o dia ainda reserva o IPC-S e leilão de ferrovia, após venda bem sucedida das outorgas de aeroportos ontem. Câmara aprova urgência para troca do IGP-M para IPCA nos contratos de aluguel.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Ontem: A fala de Bruno Serra vista como dovish (flexível) pelo mercado derrubou os juros futuros e ajudou a reduzir a precificação de alta da Selic para as próximas reuniões. O diretor de Política Mon

Sexta: Jerome Powell deu alívio aos mercados ao final de uma semana marcada por forte volatilidade. O presidente do Fed afastou um aperto de juros mais agressivo nas próximas reuniões, apesar de númer

Ontem: A volatilidade dominou a sessão desta quinta-feira. O dólar chega ao final da tarde com leves oscilações enquanto o índice da moeda no exterior subiu com a busca por ativos seguros. Os juros fu