Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 06/08/2020

Ontem: O Ibovespa subiu em dia de otimismo lá fora com notícias de vacinas, alta de commodities e balanços domésticos positivos. Já o dólar agregou um pouco de cautela, tanto pela possibilidade de o BC deixar portas abertas para nova redução, quanto pelo risco fiscal, em meio às discussões sobre a reforma tributária. Os juros futuros mais curtos tenderam à estabilidade, mas de modo geral os demais contratos mostraram leve alta, com fluxos pontuais. Ministro da Economia, Paulo Guedes, participou de audiência virtual da comissão mista da reforma tributária do Congresso, onde disse que não vai haver imposto novo para aumentar carga tributária e que a extensão do auxílio emergencial será discutida com o Congresso. Ele disse ainda que é preciso ir atrás da tributação de lucros e dividendos. LÁ FORA, as bolsas subiram com os investidores concentrando-se em sinais de progresso no debate sobre pacote de ajuda econômica nos EUA e notícias sobre vacinas experimentais contra a Covid-19.


Hoje: O mercado deve se ajustar ao Copom, que alem de cortar mais 25 pp a Selic para 2%aa, não descartou novo corte gradual da Selic e ainda inovou ao sinalizar que a taxa não deve subir - ao contrário do que vem precificando a curva de juros para a partir da virada do ano. Tom dovish do BC pode pressionar a barriga da curva e pesar no real, amplificando o ajuste ao sentimento negativo no mercado global de moedas, enquanto o Ibovespa ganha impulso adicional. Pares emergentes do real sofrem perdas, em manhã de baixa para bolsas europeias. Ouro sustenta rali com expectativa de estímulos nos EUA. Mercado ainda monitora dado de seguro-desemprego na véspera do payroll, com expectativa desaceleração da criação de vagas nos EUA. No Brasil, IGP-DI e taxa de desemprego antecedem IPCA amanhã. Senado pode limitar juro do cartão e cheque especial em votação hoje, mas bancos confiam em reversão na Câmara.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt