Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 05/10/2020

Sexta: Os ativos brasileiros sofreram com mais um lance do imbróglio do Renda Cidadã a elevar os receios de rompimento do teto de gastos e deterioração da situação fiscal. O dólar reverteu a baixa, os juros futuros dispararam e o Ibovespa caiu 1,5%, em razão da reunião entre o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e profissionais do mercado. O ministro teria dito no encontro que o governo tentará fazer o Renda Cidadã dentro do teto de gastos, mas, se não for possível, poderá fazer o programa fora da regra fiscal. Diante da notícia, o mercado passou a temer que o BC abandone o forward guidance de juros baixos por mais tempo e eleve a Selic antes do sinalizado. A curva de juros passou a precificar mais de 50% de chances de alta do juro básico na reunião do Copom de outubro. Em nota divulgada à tarde, Marinho disse que a reunião teve objetivo de reforçar o compromisso do governo com a austeridade nos gastos e a política fiscal. Pela manhã, o mercado tinha mostrado alívio com apoio de Bolsonaro a Guedes, mesmo diante da notícia do contágio de Donald Trump pelo coronavírus. LÁ FORA, as bolsas americanas caíram em sessão volátil com investidores pesando as implicações do diagnóstico do presidente Donald Trump para o coronavírus, junto com os esforços renovados para um acordo sobre estímulo fiscal. O Nasdaq 100 liderou as perdas puxadas pela Apple, Microsoft e Amazon, que também derrubaram o índice S&P 500.


Hoje: Bolsas externas sobem após saúde de Trump melhorar, gerando expectativa de que ele deixe hospital nesta segunda-feira, embora não esteja claro qual seja o catalisador da alta dos ativos. Pesquisa mostrando larga vantagem eleitoral de Biden e algum otimismo sobre estímulos também são citados como impulsionadores. No Brasil, Bolsonaro se irritou com críticas de Marinho a Guedes e deve repreender o ministro do Desenvolvimento, segundo a Folha. Jornais ainda noticiam tentativa de reconciliar Guedes e Maia, o que poderia destravar a reforma tributária. Agenda fraca nesta segunda traz Focus e pesquisa PMI serviços no Brasil e EUA. No corporativo, destaques são estreia das ações da Suzano e mais empresas em busca de IPO.


Bom dia e boa semana a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt