Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 05/08/2020

Ontem: A queda do lucro do Itaú e mais a notícia de que o Senado pautou o projeto para impor um teto de juros para cartões de crédito e cheque especial geraram forte pressão negativa dos bancos no Ibovespa, que fechou em baixa de 1,6%. Foi por um triz que o índice não rompeu os 100.000 pontos, no quarto pregão seguido em território negativo. Vale subiu ao final do dia, após BNDES vender R$ 8,13 bi em ações da mineradora na B3. O dólar caiu na esteira do movimento externo, onde o Índice Dólar cedeu pela primeira vez em três sessões, com mercado de olho nas tentativas de negociação de acordo nos EUA para um novo pacote de alívio em meio à pandemia. Os juros futuros mais curtos fecharam a sessão regular estaveis, com apostas consolidadas de corte de 0,25 pp na Selic. Os médios e longos subiram, adicionando prêmio com aumento do risco fiscal e depois de produção industrial acima do esperado. LÁ FORA, as bolsas em NY subiram influenciadas pelos ganhos nos papéis de energia, após o avanço do petróleo em razão de explosão no principal porto do Líbano, na capital Beirute.


Hoje: O mercado espera decisão do Copom em meio ao sentimento de ampliação do risco fiscal, com pressões contra o teto de gastos e prorrogação do auxílio emergencial. Precificação de outros alívios adicionais diminuiu marginalmente devido à produção industrial e outros dados acima do previsto. Expectativa é de tom de cautela no comunicado. Bolsa também monitora possível votação amanhã no Senado do limite de juros do cheque especial e cartão após queda das ações dos bancos ontem. Agenda reduzida no Brasil destaca Guedes na comissão mista da reforma tributária e ministro deve seguir em busca de apoio ao novo imposto. No exterior, ADP, PMI e ISM serviços nos EUA podem mover ativos antes do payroll na sexta. Abertura é positiva com bolsas e commodities em alta e dólar em queda com notícia sobre progresso nas negociações para estímulos nos EUA. Discussões comerciais EUA-China também são monitoradas. Agenda no Brasil ainda traz PMI serviços e balanços.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Ontem: A fala de Bruno Serra vista como dovish (flexível) pelo mercado derrubou os juros futuros e ajudou a reduzir a precificação de alta da Selic para as próximas reuniões. O diretor de Política Mon

Sexta: Jerome Powell deu alívio aos mercados ao final de uma semana marcada por forte volatilidade. O presidente do Fed afastou um aperto de juros mais agressivo nas próximas reuniões, apesar de númer

Ontem: A volatilidade dominou a sessão desta quinta-feira. O dólar chega ao final da tarde com leves oscilações enquanto o índice da moeda no exterior subiu com a busca por ativos seguros. Os juros fu