Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 05/01/2021

Ontem: A piora do humor externo reverteu a direção dos ativos no meio do dia e levou o dólar à alta de mais de 1% e o Ibovespa a devolver os ganhos - com peso negativo dos bancos -após índice ter renovado a máxima histórica intradiária na abertura do pregão. O avanço da pandemia e restrições mais severas ofuscaram o otimismo com vacinas e estímulos para reavivar as economias. O S&P 500 teve perdas próximas de 2% com a tensão provocada pelo aumento de infecções somada à atenção com votação para o Senado na Geórgia que pode determinar se democratas terão controle do Congresso. O Reino Unido decretou lockdown nacional a partir de 5 de janeiro com fechamento de escolas. Por aqui, o Ministério da Saúde ainda não fixou data para início de vacinação e a Fiocruz não solicitou à Anvisa o uso emergencial de vacina da AstraZeneca.


Hoje: Bolsas globais buscam se sustentar após o S&P entrar em 2021 ontem com forte baixa de 1,5%. Commodities mantêm fôlego e índice dólar recua nesta manhã. Mercado externo monitora 2º turno para escolha de senadores na Geórgia, que define se democratas controlarão o Senado, ampliando chances de estímulos mas também de alta de impostos e regulamentações. Notícias sobre restrições e vacinas para conter a Covid-19 também seguem no radar globalmente. Aqui, SP pode pedir à Anvisa hoje o registro para uso emergencial da Coronavac. EUA divulgam ISM. Na política, candidato de Maia à presidência da Câmara obtém apoio da esquerda.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 22/10/2021

Ontem: Ativos brasileiros foram duramente penalizados nesta quinta-feira pelas propostas de mudança no teto de gastos para acomodar despesas com novo programa social do governo, o Auxílio Brasil. Dóla

Morning Call - 21/10/2021

Ontem: Declarações do ministro Paulo Guedes ao final da tarde de que o governo avaliava um waiver para gastar mais temporariamente e estudou antecipar revisão do teto de gastos fizeram com que o dólar

Morning Call - 20/10/2021

Ontem: Ativos brasileiros afundaram em meio a uma reprecificação geral relacionada ao risco de “fim” do teto de gastos, a partir da proposta de programa social do governo de R$ 400 com parte do pagame