Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 03/12/2020

Ontem: A emissão externa pelo Tesouro trouxe mais força a uma baixa nos juros futuros já vista desde cedo, ainda em continuidade ao movimento da véspera, marcado pelo rali global, sinalização de fim do auxílio emergencial e a LDO pautada no Congresso. A alta moderada do dólar, por ajuste depois da baixa de mais de 2% na terça-feira, aparou um pouco a queda dos DIs, mas mesmo assim as taxas encerraram a sessão regular com enxugamento acentuado dos prêmios de risco. A curva de juros suavizou apostas de alta da Selic com sinais positivos sobre o fiscal e antecipação de pressão inflacionária para dezembro, o que traz alívio potencial para 2021. O Ibovespa conseguiu voltar ao terreno positivo à tarde, porém modestamente, já que Vale pesava na direção contrária após reduzir guidance de produção em relação à meta anterior. Em NY, S&P 500 e Dow Jones mostraram altas discretas com negociações sobre estímulo fiscal e um salto das ações de empresas de energia com a alta do petróleo.


Hoje: Mercado atenua apostas em alta da Selic e monitora nesta manhã o PIB, que deve mostrar forte recuperação no 3º trimestre, depois de sinal inicial de desaceleração com a indústria de outubro. No exterior, bolsas e moedas operam de lado com possibilidade de estímulos e vacinas contrabalançada pelo avanço da Covid. Agenda externa traz seguro desemprego dos EUA, na véspera do payroll, e reunião da Opep+. Aqui ainda sai PMI serviços. Na cena corporativa, ofertas de ações e IPOs seguem em destaque e Petrobras tem propostas para quatro refinarias.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Ontem: A fala de Bruno Serra vista como dovish (flexível) pelo mercado derrubou os juros futuros e ajudou a reduzir a precificação de alta da Selic para as próximas reuniões. O diretor de Política Mon

Sexta: Jerome Powell deu alívio aos mercados ao final de uma semana marcada por forte volatilidade. O presidente do Fed afastou um aperto de juros mais agressivo nas próximas reuniões, apesar de númer

Ontem: A volatilidade dominou a sessão desta quinta-feira. O dólar chega ao final da tarde com leves oscilações enquanto o índice da moeda no exterior subiu com a busca por ativos seguros. Os juros fu