Buscar
  • Pedro Hernandez

Morning Call - 02/03/2021

Ontem: O Ibovespa sobe na esteira das fortes altas das bolsas americanas, mas perdeu boa parte do fôlego com notícia do final da tarde de que governo deve elevar impostos sobre bancos para zerar R$ 3,6 bi em tributos sobre diesel e gás de cozinha, segundo o Globo. Comportamento de outros ativos brasileiros, como o real e os juros, já vinha permeado de cautela diante de riscos locais. O dólar virou para a alta com a notícia sobre combustíveis e real ficou ainda mais longe da valorização de pares como a lira turca, o peso mexicano e o rand da África do Sul. Juros futuros subiram, com alguns vértices adicionando mais de 10 pontos. O fiscal continua sendo mencionado com ênfase, às vésperas da votação da PEC Emergencial da qual os detalhes não são conhecidos, mas também pesa nos ativos o agravamento da pandemia por aqui, em meio a uma vacinação lenta, restrições em estados e redução da capacidade nas UTIs. Precificação de alta da Selic em 0,50 pp em março segue aumentando e alcança 58 pontos, ante cerca de 54 da sexta. Hapvida e Intermédica sobem com fusão e sessão marca início de negociação em separado de GPA e Assaí. Lá fora, as bolsas americanas subiram com o retorno de confiança aos mercados enquanto investidores afastavam as preocupações com a alta do yield dos Treasuries. Setores ligados à reabertura das economias e crescimento mais rápido lideraram a alta dos índices.


Hoje: Notícias sobre taxação dos bancos e desidratação da PEC emergencial, que já afetaram o mercado na sessão anterior, se somam nesta manhã ao viés negativo externo. S&P futuro e commodities recuam e o dólar se fortalece após o regulador da China fazer alerta sobre bolhas de ativos. No Brasil, governo confirmou à noite que a isenção dos combustíveis será compensada por impostos maiores sobre o setor financeiro e indústria química. Relatório da PEC emergencial deve ser lido nesta terça-feira, para possível votação amanhã, em meio a pressões crescentes para desidratar ou mesmo retirar totalmente as contrapartidas ao auxílio.Prefiro sair a empurrar o Brasil para caminho errado, diz Guedes. Tesouro oferta NTN-B e IPC-Fipe desacelera. Campos Neto fala após fechamento quando, após curva precificar totalmente uma alta de 0,50 pp da Selic e já embutir alguma chance de +0,75 pp. Agenda ainda traz Fenabrave num momento em que os bloqueios para frear a Covid geram temor de queda da circulação e atividade. No corporativo, onda de IPOs prossegue a despeito das tensões recentes no mercado.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Sexta: A deterioração da percepção de risco sobre as contas públicas ditou o rumo dos mercados locais e os juros futuros dispararam mais de 20 pontos nos trechos intermediário e longo da curva. O pres

Ontem: O Banco Central reforçou mensagem da ata do Copom de que busca a convergência da inflação para ao “redor da meta” em 2023, com a Selic mais alta por período mais longo. Segundo o presidente Rob

Ontem: Dólar se firma em alta no fim da tarde e encerra o dia perto dos R$ 5,20, pressionado pelos ruídos fiscais com as propostas do governo para aliviar os preços dos combustíveis e o cenário extern