Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 01/07/2021

Ontem: A cautela revestiu os ativos brasileiros nesta quarta-feira, em meio a uma conjuntura que reuniu denúncias envolvendo vacinas, crise hídrica, inflação, fortalecimento da economia americana e ainda movimentos típicos de final de mês, trimestre e semestre. O dólar chegou a superar R$ 5,00 pela primeira vez no intradiário em uma semana, mas, passada a disputa pela formação da Ptax, deixou as máximas, reduzindo bem o avanço ao final da tarde. Os juros futuros encerraram a sessão regular em alta, especialmente nos vértices médios e longos, acompanhando o ambiente um pouco mais defensivo e na expectativa do leilão do Tesouro nesta quinta. O Ibovespa fechou em queda moderada, com ativos do setor bancário entre os destaques de baixa, ainda sob impacto negativo da reforma tributária. Morgan Stanley avaliou que a bolsa pode cair 4% se as mudanças forem aprovadas, mas o relator da reforma do IR, deputado Celso Sabino, disse que alíquota de dividendos e faixa de insenção podem mudar. Dólar teve a maior queda mensal desde novembro do ano passado, de quase 5%, enquanto o Ibovespa mostrou ganho de 0,5%, o quarto mensal seguido. Superpedido de impeachment de Bolsonaro, reunindo mais de 120 pedidos num só, foi protocolado na Câmara, segundo jornais. Lá fora, o Dow Jones e o S&P 500 subiram e o Nasdaq caiu com euforia abatida após índices terem um dos melhores primeiros semestres desde 1998. Sessão foi marcada por pequenos movimentos e negociações lentas com preocupação sobre múltiplos altos e impacto da variante delta do coronavírus na confiança com a retomada econômica global.


Hoje: Cenário político pode estender cautela aos mercados nesta quinta-feira, com desdobramentos após divulgação de reportagem de pedido de suposta propina para compra de vacina. CPI da pandemia antecipou para hoje o depoimento do empresário que realizou a denúncia. Compra da Covaxin será investigada pela PF, dizem os jornais. Presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, sinaliza que não dará andamento ao pedido conjunto de impeachment realizado por diversos grupos de oposição ao governo. Na agenda, IPC-S até 30 de junho, números do Caged em maio e Roberto Campos Neto em evento aberto. Petrobras levanta R$ 11,4 bi com oferta de ações de BR Distribuidora. Juros devem reagir ao Tesouro, que oferta LTN, NTN-F e LFT com novo calendário para o trimestre. Nos EUA saem números de pedidos de seguro-desemprego da última semana antes de payroll amanhã, e ISM manufaturas.


Bom dia

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 30/07/2021

Ontem: A sinalização de Jerome Powell na quarta-feira de que o Fed não teria pressa em reduzir os estímulos e em elevar os juros nos EUA continuou ecoando nos mercados e foi reforçada por dados piores

Morning Call - 29/07/2021

Ontem: A fala do presidente do Fed, Jerome Powell, considerada pelos mercados como dovish, deu rumo firme de queda ao dólar e de ampliação do avanço do Ibovespa, após decisão de manutenção dos juros.

Morning Call - 28/07/2021

Ontem: Investidores cravaram mais fichas nas apostas de alta de 1 pp na Selic na semana que vem pelo Copom e os juros futuros protagonizaram mais uma rodada de avanço, enquanto instituições financeira