Buscar
  • Mateus Cosac

Morning Call - 01/06/2021

Ontem: O Ibovespa renovou recorde nesta segunda-feira, acima dos 126.000 pontos, puxado por Vale, com ganhos do minério, e Cosan, por investimentos na subsidiária Compass. Eneva também foi destaque no dia e puxou ganhos do índice em maio pela capacidade de seu parque térmico, em meio aos receios de uma crise hídrica. Essa preocupação com a falta de chuvas, aumento da produção das térmicas e bandeira vermelha patamar 2 para junho pesou nos juros futuros, que subiram pelo risco inflacionário e depois da alta de projeções na pesquisa Focus. Já o dólar encerrou o dia estavel, depois de chegar a subir acima de R$ 5,26 por pressão da disputa pela formação da Ptax de final de mês. Bolsas em NY não funcionaram por feriado nos EUA. Em maio, o Ibovespa subiu 6,2%, na terceira alta mensal seguida, enquanto o dólar caiu cerca de 4%, na segunda baixa consecutiva.


Hoje: PIB do 1º trimestre sai às 9:00 e, junto com a balança e PMI de maio, deve testar o crescente otimismo do mercado com a retomada da economia, que ajudou o Ibovespa a renovar seu recorde ontem acima dos 126.000 pontos. Por outro lado, IPC-S e PPI manufaturas devem reiterar a pressão inflacionária, agravada pela alta das commodities e ameaça de crise energética, que mantêm os juros futuros sob pressão. Leilão de NTN-B, que ganhou espaço na programação do Tesouro, também pode mover os juros. PMIs na Europa e Ásia endossam apostas na recuperação global da pandemia e mercado aguarda ISM, PMI e fala de dirigentes do Fed nos EUA. Bolsas europeias sobem em torno de 1% e commodities avançam, com petróleo WTI superando os US$ 68 antes de encontro da Opep+. Agenda ampla ainda contempla rolagem de swap, após colocação parcial ontem, audiência de Guedes na Câmara, possível definição final do governo sobre Copa América no Brasil e potenciais decisões sobre vacinas. Noticiário político destaca divergências no governo e Congresso sobre reforma administrativa e pressões por gastos sociais.


Bom dia a todos.

Posts recentes

Ver tudo

Morning Call - 18/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos e médios dispararam e a curva perdeu a inclinação após o Copom adotar uma comunicação hawkish e deixar janela aberta para acelerar ritmo de alta da Selic, caso as expect

Morning Call - 17/06/2021

Ontem: A previsão de dirigentes do Fed de que os juros nos EUA podem ter dois aumentos até final de 2023 - um ritmo de aperto mais rápido do que o esperado - trouxe pressão aos ativos no exterior e no

Morning Call - 16/06/2021

Ontem: Os juros futuros curtos estenderam a alta, no aguardo de decisões do Fed e do Copom. O dólar virou para a queda no período da tarde, com fluxo vendedor e também na esteira da expectativa de alt